Um vazio enorme…

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

 

Quem nunca sentiu um vazio enorme dentro o peito. Uma solidão que machuca a alma. Se você respondeu que nem sabe do que estou falando então fico feliz por você. Mas, infelizmente, escuto diariamente pessoas reclamando do ser humano, da falta de confiança no outro. Tem vezes que eu me frustro em saber que a medicação não preenche totalmente esse vazio. Mesmo que o paciente apresente um quadro depressivo e esteja tomando corretamente a medicação, o vazio ainda pode bater no peito. A sociedade que está vazia, doente… carente. As pessoas estão individualistas, mais superficiais e imediatistas.

Posso estar errada, mas vejo essa nova geração “Facebookiana” muito sem afeto entre as pessoas. Mesmo você tendo “trocentos” amigos, você pode se sentir completamente sem amigos. Entende?

Ontem eu olhei na minha linha do tempo e vi que 3 amigos faziam aniversário. Escrevi “Feliz aniversário!!!!!” para o primeiro amigo e logo fiz um “control C – control V” para o segundo e o terceiro. Quando me dei conta do automatismo da minha “educação” apaguei-os. Pensei… Por que não ligar, dar um parabéns e aproveitar para saber se a pessoa está bem? Senti um estranhamento misturado com preguiça dentro de mim, afinal de contas esses três amigos não eram mais do meu convívio. Mas logo veio outro pensamento: mas eles podem voltar a ser do meu convívio, afinal de contas por que eu os adicionei então na minha lista de amigos? Estamos tão “cheios” de amigos mas o que significa amigo atualmente? Uma página de rede social interligada com a sua?
Agora então entendo esse vazio, solidão, que um jovem me relata sentir, mesmo tendo mais de 800 amigos na sua rede social. Penso que de “social” essa rede tem muito pouco. Mas de quem é a culpa? Acredito que a rede é uma excelente ferramenta, mas não a aproveitamos para nos aproximar dos amigos e sim, para distanciarmos uns dos outros.
Deixo essa reflexão no ar…
Uma excelente semana a todos…
Mariza Matheus (Diário da Autoestima)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>