Tag Archives: Relacionamentos

Dicas de Leitura (2)

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Livro - Para Que o Amor Aconteça - Deixe as Ilusões de Lado e Transforme Sua Vida Afetiva

Para Que o Amor Aconteça (Ceci Akamatsu)

Um livro com linguagem simples e fácil. Leitura rápida e gostosa. Gostei desse livro, pois aborda muitos temas do cotidiano das pessoas e seus boicotes. Acredito que um primeiro passo para entendermos nossas perdas é reconhecer e trabalhar em nossos boicotes. O texto do livro não faz do “sofrimento” algo vitimizado, ou seja, o leitor não será tratado como vítima e sim a buscar ferramentas para melhorar alguns comportamentos que levaram às suas dificuldades nos relacionamentos. Não tem muitas teorias, mas também não é do tipo de livro que vende “fórmulas do sucesso afetivo”. Recomendo.

O preço varia muito, então, pesquise bem! Encontrei preços que variam entre 18 a 32 reais.

Informações Técnicas: Continue reading »

Será que você sabe se comunicar com o outro?

Parece fácil dizer algo a alguém, certo? Precisamos apenas pensar e falar (tem pessoas que não pensam antes de falar, mas isso é outro caso). O outro escuta e pronto! Eis o início de uma comunicação! Hummm… Mas será que a outra pessoa realmente entendeu o que queríamos dizer? Se eu falo que a minha mesa é grande na minha sala o outro pode imaginar conforme o padrão de tamanho dele. Por exemplo: eu vejo minha sala do consultório e acredito que a mesa esteja grande pois ocupa grande parte da sala. Mas a outra pessoa pode imaginar uma mesa maior que uma mesa de sinuca, por exemplo, em uma sala duas vezes menor do que realmente é. Assim, a imagem que a outra pessoa criou em sua mente é baseada na criação que ela mesma fez e não a que eu imaginei ou vi. Dei um exemplo simples e mesmo assim podemos complicar. Agora, e quando falamos de sentimentos? Agora além de complicar a coisa fica complexa!

O que estou tentando escrever aqui é que quando nos comunicamos tendemos expressar aquilo que está em nossas vivências e não da outra pessoa. Vamos dizer que minha vivência se chama “mapa”. O meu “mapa” é diferente do seu, concorda? Cada pessoa tem seu próprio mapa, sua própria vivência e experiências. Cada pessoa tem sua maneira ÚNICA de interpretar seu mundo, seu mapa. O “território” (mundo externo) é interpretado individualmente e muitas vezes, quando nos comunicamos, não estamos cientes do mapa alheio.

Continue reading »