Tag Archives: Budismo

Não alimente suas mágoas

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Sabe aquela plantinha que cresce à medida que você rega? Agora imagine essa plantinha sendo o seu pensamento. Imaginou? Que tipo de planta você pretende que floresça no seu jardim mental? Erva daninha (pensamentos negativos)? Claro que não!

Quanto mais você regar suas mágoas e decepções, maiores elas ficarão. Ah, Mariza, mas eu devo ignorar quando alguém me fizer mal? Bom, depende. Não dá para eu te pedir para ignorar completamente, pois você é humano(a) e vai sofrer sim. Poxa! Puxaram seu tapete e você espera que eu escreva para você fingir que nada aconteceu? Não! Mas, porém, contudo, todavia e entretanto… (pausa para o uso excessivo do português)… Sofra com o tempo limitado e não eternamente. Você se decepciona e sofre. Fato! Agora, manter e regar esse sofrimento diariamente aí você vai se prejudicar muito… MUITO MESMO! Não faça isso com você!

Minha preocupação aqui é com VOCÊ! Quero te ver bem e não alimentando um sofrimento, ok? Se estiver muito difícil superar essa dor sozinha(o), busque ajuda, mas não dê espaço (na sua mente) para quem já provou que não merece sua confiança, muito menos você gastar energia com ela(e).

Manter um ódio à uma pessoa ou fato é o mesmo que manter essa pessoa/situação com você, bem pertinho, vivo, cheio de cores! Pense nisso.

Muitos bons pensamentos a todos…

Mariza Matheus

Sigam-me no Instagram!!! @diarioautoestima ou

no Youtube: Diário da Autoesitma.

Muito obrigada!

 

Imagem: George Hodan (Public Domain Pictures)

Tudo passa!

paz

“Tudo passa!”

Essa foi a frase que uma Lama budista (Sherab) falou para mim em um momento difícil de minha vida. Isso foi há alguns anos e eu ainda deixava meus pensamentos ruminarem em lamentações negativas e de autopiedade. Eu estava perdida e começara a perceber que pensamentos comandavam minhas escolhas. Não fazia boas escolhas naquela época. Procurei desenvolver o lado espiritual e confesso que fiquei um pouco confusa quando a Lama me falou aquela frase. Logo pensei: “Por que ela me falou isso? Será que está estampado na minha cara que estou infeliz?” Sim, estava. Eu deixava transparecer minha angústia a ponto das minhas expressões pedirem por ajuda. Qualquer um percebia que eu não estava bem. Acho que ser transparente tem essa desvantagem (rs). A Lama soltou essa frase. Assim, do nada. Quer dizer, das suas observações enquanto me olhava. Ela estava certa, passou. Aquela dor que eu sentia… passou! Assim, como muitas outras dores vieram depois… passaram! Tudo passa! Essa frase passou a frequentar minha mente diariamente. Até hoje penso nessa frase quando algo difícil acontece. “Vai passar, pois tudo passa!”

Aprendi que vivemos de momentos, bons e ruins. Todos momentos passam. Se estou passando por um momento triste logo penso que passará. E passa! Se estou vivenciando um momento bom. Este também passará, mas outro momento bom vai chegar. Assim é a vida, de momentos. Tudo passa! Não se desespere. Espere o próximo momento. Não se “apegue” aos momentos tristes ou decepcionantes. Eles passarão. Não se apegue também aos momentos bons. Deixe-os vir e aproveite cada segundo e os transforme em boas lembranças. Estes passarão e outros virão. A lei da impermanência no budismo, mas que deve ter outros nomes em religiões diferentes, mas tudo é assim, passageiro.

Faça dos seus momentos felizes boas lembranças e dos ruins, bons aprendizados.

Uma excelente semana a todos (com muitos momentos!)…

Mariza Matheus