Não permita que NINGUÉM decida quem você deve ser.

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Salto

O mundo de hoje está cada vez mais cheio de regras. É impressionante como as pessoas podem ser excluídas em decorrência de pensamentos diferentes, por terem religiões diferentes, cor diferente, sexualidade… diferente.

Ser diferente não significa deixar de ser digno. Como alguém se sente no direito de te tratar mal só por que você tem escolhas diferentes? Precisamos de mais tolerância nesse mundo! O fato de uma pessoa ser negra, por exemplo, não difere em nada em sua essência. Todos somos iguais! Não acredita nisso? Veja um esqueleto humano e tente saber se era de um negro, japonês, judeu, católico, budista, homossexual, de um chato, de uma pessoa legal, etc… Nosso esqueleto é igual!!!! Somos iguais, mas com opiniões diferentes. E daí??? Qual o problema se eu gostar da cor roxa e você da laranja? Devemos brigar por isso? Devemos acabar com uma amizade por pensarmos diferente em algum aspecto?

Estou cada vez mais decepcionada com o ser humano… Ligar a televisão ou internet e ver o tanto de barbaridade que está acontecendo diariamente e bem perto de nós! Sei que, felizmente, há muitas pessoas distintas e com mentes abertas, mas um outro número de pessoas cresce e estes, com rigidez de pensamento e conceitos arraigados são os mesmo que apontam o dedo querendo determinar como você deve ser. Seja você mesmo! Alimente sua essência com bondade e evite influenciar-se por pessoas com mentes pequenas (julgadoras). Entenda que somos irmãos, vivendo na mesma época e, talvez, com missões semelhantes: fazer o bem.

Não vamos julgar as pessoas, pois o que importa, na minha opinião, é a bondade que se tem no coração, a capacidade de ser generoso e saber espalhar amor neste mundo tão sem afeto.

Uma excelente noite a todos, sem preconceitos ou julgamentos.

Mariza Matheus

Foto: por Anna Langova

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>