Category Archives: Errado

Cor da pele

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Pessoas III

Recentemente li muitos comentários racistas na internet denegrindo uma profissional por causa de sua raça. O que a cor da pele diferencia uma pessoal além de tonalidades? Cada ser tem sua cor, sua identidade.  Julgar alguém por causa de tons de pele, na minha opinião, é esquecer de ver a essência da pessoa. Não acho que um caráter se mede pela cor de pele (raça). Fico indignada com pessoas que se julgam superiores e no direito de humilhar outras por causa de raça, credo, religião, dinheiro, futebol, etc. Falta respeito em nossa sociedade!

Acredito que precisamos enxergar o próximo como queremos ser valorizados. Somos TODOS irmãos vivendo no mesmo planeta e Era. Cada um de nós tem dificuldades a superar e obstáculos a enfrentar. Precisamos de mais amor em nossos corações.

Desculpem-me o desabafo…

Quero muito que um dia sejamos todos iguais, principalmente quando o assunto é RESPEITO AO PRÓXIMO!

Um excelente sábado a todos (sem julgamentos)…

Mariza

Imagem: Public Domain Pictures

Geração WhatsApp

Já repararam que as pessoas, hoje em dia, andam olhando pra baixo? Quer dizer, andam olhando para o celular. Na verdade, não vejo esse comportamento apenas nas ruas. Percebo também nos restaurantes, no metrô, em sala de aula, etc. Até durante consulta eu vejo paciente (mais adolescentes) checando o celular depois de um aviso sonoro típico. Pergunto se é algo urgente que não pode esperar e escuto que “são apenas mensagens” e assim a consulta segue, sendo interrompida por alguns “fififiFIfi”.

As pessoas não enxergam mais! Não reparam mais no que está em sua volta. Não sabem mais os assuntos que são abordados. Fico preocupada com tanta comunicação tecnológica e menos conversa ao vivo, menos olho no olho, sabe? Menos contato humano. Nossa geração WhatsApp nos faz mais íntimos do celular e não das pessoas. Já vi no Facebook um perfil onde dizia ter um “relacionamento sério com o celular”.

Estamos tão apegados à tecnologia que se formos assaltados e levarem nosso celular é como se levasse TUDO que temos. Será? Sei que não posso generalizar, mas o que está acontecendo com as relações interpessoais? Esses dias escutei uma jovem relatar que prefere conversar pelo WhatsApp do que ao vivo, pois se cansar, é só mudar para outro grupo e “fingir” que está ocupada. Como assim? Fingir fazer algo para continuar fazendo nada?

Acho esse aplicativo interessante e pode ajudar muito, se for bem aproveitado. Quando viajo, meus pacientes me encontram rapidamente. Converso com minha irmã e meu marido sempre que quero dividir algo que acredito ser importante com eles. Atualizo-me com assuntos dos meus estudos com facilidade e rapidez. Mantenho meus contatos profissionais em dia. Mas, por outro lado,  não quero saber do ódio que as pessoas têm do governo a cada 5 minutos ou das intermináveis mensagens “genéricas” sem fundamento. Vamos usá-lo a nosso favor e não contra nossa paciência!

E o que são estes grupos do WhatsApp? Fui colocada, repito, foi colocada em grupos que nem pedi para entrar! Infinitos bons dias  automáticos que literalmente cansam a paciência. São muitas mensagens e muitas sem sentido ou políticas/religiosas. Frases motivacionais acompanhadas de muitas “palminhas” mas sem conversas propriamente ditas. Estamos nos comunicando sem assunto. Estamos escrevendo sem ler o que o outro escreve. Estamos vazios… mas repletos de mensagens.

E o que acontece em nossa volta? Não sabemos, pois estamos olhando pra baixo.

Um excelente dia a todos…

Mariza Matheus

A Era do exibicionismo?

Atualmente quase todas as pessoas que usam a internet tem um contato em redes sociais. Sei que não posso generalizar, mas é muito mais comum você encontrar alguém que tem uma conta no Facebook. Eu mesmo acesso meu Face todos os dias, não posso mentir. Acho que tenho até um vício na net. Mas confesso que fico insegura ao me expor tanto, para isso prefiro expor meus hobbies e me preocupo com o impacto que isso pode causar (em ser cansativa, por exemplo).

Continue reading »

Postura de vítima não leva a nada

Nesta postagem eu vou dar um puxão de orelha naquelas pessoas que se fazem de vítimas. Algumas não tem noção que fazem esse papel (é uma atitude inconsciente), já outras, utilizam a vitimização para manipularem relações.

Primeiro, não tenha DÓ DE VOCÊ! Por mais que a vida não esteja lá essas coisas, sua vida afetiva está pior que novela mexicana e seus amigos parecem mais uma nota de 3 reais, tente se enxergar como alguém que VAI SAIR DESSA FASE. Tudo passa! Mesmo quando pensamos que a maré não está pra peixe, tudo passa!

Continue reading »

Procrastinação – Cuidado!

Antes de mais nada devo confessar que procrastinei uns 3 dias para escrever esse texto. Mas você sabe o que significa procrastinar?

Segundo a definição da Wikipédia Procrastinação é o diferimento ou adiamento de uma ação. Para a pessoa que está a procrastinar, isso resulta em stress, sensação de culpa, perda de produtividade e vergonha em relação aos outros, por não cumprir com a suas responsabilidades e compromissos.

Acredito que TODOS nós procrastinamos em algum momento ou situação. Procrastinar não se refere apenas a quem em está depressivo, e sim um comportamento MUITO comum em diversas pessoas. Eu mesma procrastino em determinadas situações. Encontro desculpas (muitas esfarrapadas!) para adiar uma tarefa. Esse comportamento leva uma sensação de frustração e uma falsa ideia de que tudo é difícil ou moroso. 

Continue reading »

Críticas Desnecessárias

Com o Facebook fazendo parte do dia a dia de milhares de pessoas notei um comportamento constante em diversos pacientes (observação feita através dos relatos comuns). As críticas de como os outros levam suas vidas. Escuto relatos do tipo: “nossa como fulano é exibido”, “Está se achando”, “Fica esfregando na cara dos outros que está super feliz, mas na verdade…”, e assim vai… Acredito que até a forma como a rede social é elaborada facilita esse tipo de comentário. Comparação com o perfil  alheio é bem mais comum do que podemos imaginar. Mas por que agimos dessa forma? Por que precisamos criticar tanto o outro?

Se eu falar que nunca fiz um comentário negativo a um perfil eu estaria mentindo. Mas confesso que depois me sinto mal por cair nessa armadilha “la facebook”. Penso que muitas de nossas críticas são descontentamentos NOSSOS, pessoais.

Então, sugiro que quando você criticar um perfil, seja de forma consciente ou não, tente analisar se não é uma deficiência SUA que você gostaria de mudar ou se sente incomodado(a).

Continue reading »

Carência

Quando estamos carentes tendemos a esperar mais dos outros, muito mais. Observar esse movimento pode evitar conflitos posteriores. Diversas causas podem levar um indivíduo ficar carente (questões familiares, conflitos pessoais, perdas, depressão, etc) mas, independente disso, devemos evitar sobrecarregar emocionalmente as pessoas que nos rodeiam e entender que nem sempre somos claros quando estamos carentes. Às vezes podemos passar a impressão errada e, dessa forma, tendemos a acreditar que não recebemos ajuda daqueles que mais esperamos.

Peça um colo a um parente ou amigo, mas não abuse da boa vontade do outro. Busque ajuda de um profissional (terapeuta e/ou psiquiatra), se for o caso. Evite colocar-se de vítima ou esperar que os outros adivinhem seus pensamentos ou expectativas. Não é fácil reconhecermos quando estamos carentes. A questão que gostaria de ressaltar aqui não é criticar quem está carente, mas fazer com que cada um saiba entender e reconhecer seu estado de carência. Não culpe os demais nem fique com raiva de si mesmo. Busque apoio, mas entenda que nem todas pessoas vão saber dar o apoio que você merece e/ou necessite. Cuide-se!

Seja grato àqueles que tentaram suprir sua carência (seja com um bom papo, escuta, abraço, etc) e, mais uma vez, não espere além do que os outros possam oferecer. Talvez a pessoa que você buscou desabafar pode também não estar bem e, dessa forma, não conseguir (ou não poder) fazer a escuta ou te ajudar.

Uma excelente noite a todos (sem carências)…

Diário da Autoestima


PS: não se exponha nas redes sociais. Muitas pessoas carentes ressaltam suas lamentações constantemente nas redes sociais. Tal comportamento pode afastar as pessoas ou prejudicar sua imagem perante seus amigos e conhecidos. Preserve-se!

Segredo para uma baixa autoestima

01/10/11 – Meu querido diário…

Hoje pensei nele pela milésima vez. Me pesei e engordei 3 Kg!!!!! Continuo ansiosa. Me olho no espelho e me acho horrorosa. Ele começou a namorar outra e nunca mais me procurou. Minhas amigas estào todas namorando. Meu chefe está um saco! Minha mãe só pega no meu pé. Meu cartão de crédito está bloqueado e meu jeans se recusa entrar em mim! Só tenho amigos falsos, e ninguém me entende…O que eu faço?

Continue reading »