Category Archives: Conflitos

O medo de envelhecer sozinho

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Mulher sentada sozinha em um bancoHoje eu recebi um email de uma querida leitora falando sobre seu medo de envelhecer e dar trabalho às outras pessoas. Não posso ser hipócrita e dizer que também não compartilho de seu medo. Entendo muito bem seu medo, cara leitora. Mas, por outro lado, se martelarmos esse medo em nossa mente só vamos aumentá-lo ainda mais. Não sabemos do amanhã. Já vi e escutei tantas histórias de meus pacientes que a única certeza que tenho é que tudo tem seu percurso. Continue reading »

Cada um tem seu ponto de vista. Respeite!

ponto de vista

Essa imagem já circulou muito no Facebook, Sempre muito compartilhada. Minha dúvida é se realmente as pessoas respeitam o ponto de vista do outro. Pois parece que cada pessoa quer insistentemente mostrar a sua verdade, esquecendo que o outro pode estar certo também. Dependendo do ponto de vista, cada um tem sua verdade. Que tal se aprendermos a ver com o olhar do outro? Assim, muitas discussões podem ser evitadas e muitos outros pontos de vistas podem até nos ajudar a entender melhor um determinado conceito. Ou seja, quando estamos abertos a escutar a opinião alheia, caso essa não seja algo muito antagônico, podemos aprender e ter melhores conclusões em nossas próprias questões e opiniões.

Continue reading »

Um grão de arroz

Tem vezes que me sinto assim, um grão de arroz. Do tipo integral, com uma casca dura que me protege daquilo que possa me fazer sofrer. Na vida não conseguimos e nem podemos escapar dos obstáculos. Há encruzilhadas que fazem com que um PARE  se torne obrigatório e um novo caminho deverá ser percorrido. Vire a direita! Não! Espera, à esquerda! Não sei… Assim é a vida. Nada tem garantia. Se eu pudesse voltar no passado e ter tomado decisões diferente… mas não posso. Ok, posso decidir ficar em paz com isso. Seguir em frente é o único caminho. Não posso voltar atrás. Fixar naquilo que deixou de acontecer não vai aliviar as dúvidas que tenho hoje. Supor o que pode acontecer no futuro também não vai me dar a certeza de que farei a melhor escolha hoje. Seguir em frente e deixar os obstáculos aparecerem. Sem medo eu posso pulá-los ou até superá-los. Por que não? Sou só eu que tenho que enfrentar uma dificuldade ou isso faz parte do nosso caminho? O importante é seguir em frente. Apenas um grãozinho de arroz entre tantos outros. Mas posso ser a semente que alimentará muitas pessoas. Seguir em frente é uma sábia decisão.

Uma excelente semana a todos os grãos de arroz humanos…

Mariza Matheus

Virgindade (texto para os pais de adolescentes)

1

Atendo tantas adolescentes que não sabem como abortar esse assunto com suas mães. Também não é fácil para uma mãe perguntar para sua filha se a mesma é ou não virgem e escutar uma resposta sincera ou esclarecedora. Como abordar esse assunto com os filhos adolescentes sem constrangê-los? Ou como falar em virgindade sem se sentir sem graça? Esse assunto ainda é um tabu no contexto familiar. Há uma diferença grande na maneira como os pais enxergam a perda da virgindade do filho comparado com a da filha. É como se para a jovem este assunto é bem mais complexo e “abafado”. Vivemos tempos modernos, mas com uma questão tão delicada que, muitas vezes, é “omitida” para evitar conflitos. Continue reading »

Adolescência

Foto de Diário da autoestima.

Percebo, em meus atendimentos, que muitos pais ficam perdidos quando seus filhos se tornam adolescentes. Ser adolescente é desvendar o mundo de forma única e especial. Não gosto de rotulá-los como “aborrecentes” e aceitar que tudo é normal, principalmente os comportamentos destrutivos. Concordo que muitas vezes eles agem no impulso e apresentam uma dificuldade maior na com unicação, principalmente com seus responsáveis.

A busca da identidade e individualidade passa a ser prioridade. Querer ser igual ao grupo e, ao mesmo tempo, original é uma contradição fascinante que só na adolescência é permitido. Os sonhos começam a ter forma e os caminhos se abrem com a velocidade de um piscar de olhos. Tudo é eterno, menos o humor. São indestrutíveis e frágeis. São enigmáticos e previsíveis.

Adoro a adolescência. Que venha cheia de sabores e cores, sem nunca deixar seu brilho apagar.

OBS: Qualquer mudança abrupta do comportamento, mentiras constantes, isolamento afetivo e rompantes de raiva devem ser investigados.

Uma excelente tarde a todos,

Dra. Mariza Matheus (Sonora Clínica).

Críticas Desnecessárias

Com o Facebook fazendo parte do dia a dia de milhares de pessoas notei um comportamento constante em diversos pacientes (observação feita através dos relatos comuns). As críticas de como os outros levam suas vidas. Escuto relatos do tipo: “nossa como fulano é exibido”, “Está se achando”, “Fica esfregando na cara dos outros que está super feliz, mas na verdade…”, e assim vai… Acredito que até a forma como a rede social é elaborada facilita esse tipo de comentário. Comparação com o perfil  alheio é bem mais comum do que podemos imaginar. Mas por que agimos dessa forma? Por que precisamos criticar tanto o outro?

Se eu falar que nunca fiz um comentário negativo a um perfil eu estaria mentindo. Mas confesso que depois me sinto mal por cair nessa armadilha “la facebook”. Penso que muitas de nossas críticas são descontentamentos NOSSOS, pessoais.

Então, sugiro que quando você criticar um perfil, seja de forma consciente ou não, tente analisar se não é uma deficiência SUA que você gostaria de mudar ou se sente incomodado(a).

Continue reading »

Terminou, e agora?

rp_1.jpg

Todo mundo já se decepcionou com um relacionamento. Todo mundo já levou um fora, já deu um fora, já se apaixonou, já namorou sem gostar muito. Enfim, somos humanos. Sofrer uma perda faz parte da vida. Eu sei o que é perder um relacionamento. Nossa… já me doei muito, dediquei-me muito e quebrei a cara. Faz parte. Chorei bastante, mas estou viva. Se você olhar nos seus relacionamentos passados verá que tudo passa. Tudo mesmo! Mas temos a tendência de recordar os momentos felizes com determinada pessoa. Assim fica difícil esquecê-lo! Então, se você terminou recentemente um relacionamento que tal NÃO CHECAR O FACE DELE(A)? Procurar saber o que seu ex anda fazendo só faz com que seu sofrimento perpetue.  Delete o facebook dele(a), o msn (se possível bloqueie), etc. Relacionamento ioiô não faz bem para o psicológico de ninguém! Portanto, está na hora de virar a página, sacudir a poeira e se levantar!

Não permita que seu relacionamento passado (que não deu certo por algum motivo ou vários motivos) te impeça de seguir em frente. Pense que essa dor/decepção vai passar, mas, para isso, você deve olhar pra frente. Não vigie seu ex! Cuide agora de você! A melhor atitude é buscar ser feliz!

Um excelente final de semana a todos!

Mariza