Carência

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Quando estamos carentes tendemos a esperar mais dos outros, muito mais. Observar esse movimento pode evitar conflitos posteriores. Diversas causas podem levar um indivíduo ficar carente (questões familiares, conflitos pessoais, perdas, depressão, etc) mas, independente disso, devemos evitar sobrecarregar emocionalmente as pessoas que nos rodeiam e entender que nem sempre somos claros quando estamos carentes. Às vezes podemos passar a impressão errada e, dessa forma, tendemos a acreditar que não recebemos ajuda daqueles que mais esperamos.

Peça um colo a um parente ou amigo, mas não abuse da boa vontade do outro. Busque ajuda de um profissional (terapeuta e/ou psiquiatra), se for o caso. Evite colocar-se de vítima ou esperar que os outros adivinhem seus pensamentos ou expectativas. Não é fácil reconhecermos quando estamos carentes. A questão que gostaria de ressaltar aqui não é criticar quem está carente, mas fazer com que cada um saiba entender e reconhecer seu estado de carência. Não culpe os demais nem fique com raiva de si mesmo. Busque apoio, mas entenda que nem todas pessoas vão saber dar o apoio que você merece e/ou necessite. Cuide-se!

Seja grato àqueles que tentaram suprir sua carência (seja com um bom papo, escuta, abraço, etc) e, mais uma vez, não espere além do que os outros possam oferecer. Talvez a pessoa que você buscou desabafar pode também não estar bem e, dessa forma, não conseguir (ou não poder) fazer a escuta ou te ajudar.

Uma excelente noite a todos (sem carências)…

Diário da Autoestima


PS: não se exponha nas redes sociais. Muitas pessoas carentes ressaltam suas lamentações constantemente nas redes sociais. Tal comportamento pode afastar as pessoas ou prejudicar sua imagem perante seus amigos e conhecidos. Preserve-se!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>