Beleza X Autoestima

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Mãos

Há algum tempo escrevi um texto sobre beleza e autoesitma (“Eu sei que sou feia“). Esse texto repercutiu bem no blog anterior mas, por outro lado, vi o tanto que a beleza é uma característica “fundamental” na nossa sociedade. Hoje, um leitor escreveu um comentário sobre sua experiência. Sei que é “fácil” pedir para se valorizarem e tentarem ressaltar suas qualidades. Mas como uma pessoa se sente quando seu ambiente a descrimina por sua aparência? Parece-me que o bullying é muito frequente, mesmo no mundo adulto. Gostaria de ter o “poder” de eliminar o preconceito, na cabeça de pessoas ignorantes, apenas com um texto. Mas, infelizmente, isso não é possível. Pessoas que se acham feias passam por situações constrangedoras diariamente, são julgadas e, portanto, podem apresentar baixa autoestima. E com baixa autoestima, maior o sentimento negativo sobre si mesmo.  Mas será que devemos julgar o outro por este não ter os padrões de beleza que a sociedade impõe? Uma pessoa que se sente excluída ou diferente das demais tem sua autoestima fragilizada e, em alguns casos, isolam-se ou até perdem a alegria de viver.

Já teve momentos em minha vida que me achei feia sim. Começou quando eu entrei na adolescência. Sentia-me diferente das outras garotas, que já estavam com corpo de mulher e eu ainda de menina. Depois encontrei inúmeros defeitos que só me deixavam mais retraída. Quando recebia um elogio eu não acreditava, achava que a pessoa só falava da boca para fora, não sentia sinceridade. Com o tempo fui me vendo de outra forma. Percebi, no meu caso, que a beleza estava relacionada também com atitude. Minha autoestima estava mais fortalecida e minha visão sobre mim mesma também mudara. Sei que cada caso é um caso, mas tente se ver de outra forma também. Valorize-se! Não deixe que julgamentos alheios destruam sua autoestima, sua essência. Não perca a alegria de viver por causa de padrões rígidos e estabelecidos de uma sociedade cheia de preconceitos. Você, eu, nós todos merecemos e devemos respeito!

Uma excelente noite a todos,

Mariza Matheus

Foto: George Hodan (Public Domain Pictures)

2 thoughts on “Beleza X Autoestima”

  1. Leonardo

    Não foi minha intenção ofender você e sim apenas mostrar o que pensa e sente um homem feio ao ser ofendido, ao ser não educadamente mas brutalmente rejeitado como se estivesse cometendo algum crime ao se interessar por alguém e acredito que para mulher feia é ainda pior.
    EStá certa, eu não há conheço e peço desculpas se lhe ofendi, mas juro que não foi com má intenção, tive o sentimento que parecia não entender como é complicado viver no outro lado da história.
    Você está correta no novo texto que colocou em seu site sobre a beleza ser “fundamental”, etendi que quis dizer que é fundamental pois essa é a realidade mas que não deveria ser assim.
    Se alguém não tiver beleza as pessoas acham que estão no direito de humilhar essa pessoa, como se não tivesse ninguém alí e que não tivesse sentimentos, como se fosse alguma ativedade social divertida entre as pessoas bonitas humilhar quem não teve tanta sorte.
    Eu achei ao entrar na faculdade que seria uma época boa para aproveitar e sair, uma época diferente pois agora éramos todos adultos e o bulling iria ficar para trás, mas estava errado para quem é feio é uma época ruim e bobo era eu que não sabia disso, ver em uma faculdade todo mundo se divertindo, saindo, namorando e eu sempre humilhado, rejeitado e servindo de piada.
    O bullyin não termina no ensino médio como incentemente achei.
    A baixa auto estima as vezes surge na cabeça das pessoas do nada, se instalando de maneira sorrateira sem a vítima perceber, a diferença entre quem é que para nós feios e feias tivemos ao longo da vida várias experiências e estímulos externos que naturalmente com a frequência fizeram-nos ficar com baixa auto estima, no nosso caso temos razão de nos sertirmos mal com isso, pois se a aparência é tão importante assim ao ponto de ser termos cometido nenhum crime somos tratados feito criminosos, como não se sentir mal de não termos aquilo que mais as pessoas apreciam?
    É por isso que disse no comentário que parece que as dicas e os conselhos são feitos para pessoas bonitas com baixa auto estima e nesse caso elas não tem motivo para se sentir assim (pelo menos em relação a isso especificamente) e fica mais fácil pois a única coisa que precisa fazer é ajudar essas pessoas a ver , mas no nosso caso a baixa auto estima é totalmente justificável e até natural(foi como você falou “Pessoas que se acham feias passam por situações constrangedoras diariamente, são julgadas e, portanto, podem apresentar baixa autoestima.”), pois outras qualidades aente conseue ver mas não são tão valorizadas e não são suficiente para fazer com que saiamos do “buraco” pois cada vez que tentamos sair, as pessoas empurram de volta e tem um impacto muito maior quando vem do sexo oposto e principalmente da mulher por quem se apaixonou, tem um peso e um efeito giganesco, não desejo isso para ninguém ver a mulher que você gosta apontando e rindo não é fácil.

    Você acertou em cheio quando disse :”Uma pessoa que se sente excluída ou diferente das demais tem sua autoestima fragilizada e, em alguns casos, isolam-se ou até perdem a alegria de viver.”
    É a mais pura verdade, mas isso não acontece de uma hora para outra é aos poucos, pois a esperança de não estar tão mal assim fica em sua cabeça e impede que agente se desespere e com o tempo após a esperança ir embora agente perde a vontade de sair, de se divertir ou seja de viver.
    E o pior é que não há justiça, essas pessoas que adoram apontar vão morrer sem saber como afetaram negativamente a vida de outras pessoas lhes negando o simples respeito e camaradagem.
    Enfim , não vou encher mais, apenas queria dar minha opinião e que dizer que essas coisas de se valorizar é complicado quando diariamente somos criticados por algo que não tivemos a menor culpa, pois se você tinha baixa auto estima era mais relacionado a você mesma e como você se via do que realemte constante críticas externas sofridas por anos diariamente, entende a diferença?
    É difícil elevar a auto estima, quando inúmeras pessoas diariamente coloca ela para baixo constantemente.
    Obrigado por responder

    1. Mariza MatheusMariza Matheus Post Author

      Leonardo,
      Em momento algum me senti ofendida com seu comentário anterior. Entendi que, na verdade, vc queria colocar seu ponto de vista. Espero que vc encontre, em seu caminho, pessoas mais sábias e que este mundo melhore para todos nós. Acho que se cada um fizer sua parte (cada um parar de julgar o outro) nosso mundo vai ter bem menos pessoas com histórias tristes para contar. Melhoras! Escreverei mais textos sobre o assunto e espero que ajude mais pessoas.
      Abraço,
      Mariza

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>