A mente e o templo

FacebookTwitterGoogle+Compartilhar

Criamos constantemente diálogos internos em nossa mente. Podemos viver no “Paraíso” ou no “Inferno” dependendo do que alimentamos em nossos pensamentos. Sei que não é fácil pedir para você simplesmente pensar positivo. Recebo diariamente pacientes que chegam ao meu consultório com uma descrença total em sua capacidade de manter uma mente positiva. Reconheço que não é um processo fácil e nem sempre depende da “vontade” do paciente. Alguns casos é preciso fazer uma investigação mais detalhada para entender o processo que levou o paciente e ficar pessimista e/ou melancólico. Algumas patologias podem levar o indivíduo a ser mais “negativo”, como a depressão, por exemplo. Mas por outro lado, há uma cultura exacerbada do pessimismo como forma de enfrentar os obstáculos da vida. Entenda que ser pessimista não te ajudará a buscar soluções e pode até trazer um sentimento de impotência diante das dificuldades.

 Primeiro passo é preciso estar aberto e observar seus pensamentos. Se você é do tipo de pessoa que até mentalmente fomenta reclamações e insatisfações, então é preciso mudar essa situação AGORA! Encare sua mente como seu templo, sua casa, sua paz interior. Não permita que este templo seja repleto de intrigas ou negatividade. O processo de auto-observação é constante (para a vida toda!) e não adianta esperar mudanças radicais em pouco tempo. Vale a pena insistir em mudar seu padrão de pensamento. Não fuja dos problemas, da realidade, mas também  não deixe que o rancor ou a desesperança domine sua mente.

Viver é um processo único e pode sim ser uma experiência gratificante. Invista em você e não permita que sua mente seja sua maior algoz. Seu “templo” tem que ser um lugar de paz.

Seja seu melhor amigo e tenha muita, mas muita paciência com seu processo de mudança mental.

Uma excelente tarde a todos…

Diário da Autoestima

Imagem: Kathryn Smith Mrs

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>